Models

Brazilian 

Models 

Brazilian Premium Cam Performers

The following models are the ones who stand up for democracy, human rights, and improvements in work conditions instead of remaining passive to the abuses and unfair practices of the market. They are not only sexy, but brave. They are not only lively, but tough. A sorority that acts and wants to make a difference in this world.

It is an honor for me to be worthy of the trust of all of you!  

Check them out! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Testemunials

What do they say?

March, 8th, 2020

Alexia Chamberlain| @HOTTMERIDA

I always wanted to be financially independent and taking into account that I am very communicative, I had tried different jobs in different careers. During the last few years, I worked in sales, law office assistant, and, broker at a real Estate agency. Despite being so dedicated to everything I do, I have always felt that I didn’t belong there. What I really love is expressing myself artistically. However, art for me is beyond only what we see or hear, it is also connected to political debate. An artist is so much more than only people who paint a canvas, it is also related to making the world different...

Before starting in this business, I was so desperate in my professional life, unhappy and going nowhere. In 2018 I discovered the Professional Camming, and with the help of Priscila Magossi from New Camming Perspective (NCP) I finally discovered I have a voice and want to act. I am feeling really empowered now! So, I went on to start a new life: on my own, in a new home. I am glad to say that all these achievements came from my camming work!

December, 26th, 2019
Carmilla | @xxxcarmilla 

O trabalho da @PriscilaNCP com a New Camming Perspective está salvando a minha vida de uma forma que eu nem tenho como agradecer a ela. Entrei no camming muito nova, já me exibia em salas de chat ainda menor idade, passei por todo tipo

de situação de abuso.

Meu primeiro cadastro em uma plataforma de Camming foi realizado logo após completar 18 anos. Não tinha ideia do tamanho do compromisso que eu estava afirmando comigo mesma, com a minha imagem e principalmente, com o meu futuro. Comecei a transmitir no mesmo ano em que sai da casa da minha família para começar a cursar a faculdade, com o objetivo de ter renda sem ter que interromper meus estudos ou enfrentar jornadas exaustivas e excessivas.  Era um momento muito delicado da minha vida onde em vez de encontrar suporte para vivê-lo com carinho, acabei obrigada a esconder uma vida paralela que me custava muito. 


Não demorei a ter que deletar minha primeira conta como modelo, por estar sem condições de saúde mental, sofrendo de desordens emocionais e paranoias, me encontrando cada vez mais isolada, dependente de todo tipo de substância lícita e ilícita, e com dívidas acumuladas no cartão de crédito. Voltei a morar com a minha família por alguns meses, continuei os estudos à distância para me tratar por um semestre.  

Com o começo do novo semestre, me senti reabilitada o suficiente para voltar a morar sozinha e a frequentar as aulas.  Comecei a transmitir de uma nova plataforma e fiquei primeiramente encantada e extasiada com a rapidez com que fazia dinheiro. Conseguia bater uma meta mínima para sacar todos os dias. Mas logo o ritmo das coisas foi caindo, e eu precisava ficar cada vez mais horas online para fazer o mínimo. Comecei a faltar as aulas da faculdade para transmitir. Cheguei a recusar propostas de estágios pagos por considerar pouco em relação ao que conseguia com Camming. E nesse processo todo em que já se somam quase 2 anos, precisei trancar o curso para continuar sustentando o estilo de vida que o Camming me exige.

 Hoje, principalmente por causa da presença crítica diária da Priscila com a New Camming Perspective, percebo o quanto tenho sacrificado da minha vida para a manutenção de um sistema. O contato com a NCP me fez entender como funciona a indústria por trás dos sites, e me conduziu a trabalhar em busca reduzir os danos que posso causar a mim mesma com a minha auto exposição e da exploração por terceiros desta. Quando me tornei Camgirl, entendia as transmissões como uma forma de me expressar artisticamente e de ser livre de estigmas ou tabus. Quanto mais transmito, mais entendo que o que

faço é trabalho: envolve planejamento, produção, remuneração.  Agora, estou me preparando para transmitir cada vez menos e para um ciclo cada vez menor, e assim continuar a manter meu sustento e independência sem abrir mão dos meus planos para o futuro e da minha saúde mental.

 

Sou muito grata à Priscila pelo seu trabalho e principalmente pela sua coragem.

December, 17th, 2019 

KatVans | @vans_kat 

New Camming Perspective: é exatamente isso. Mudou completamente minha perspectiva trabalhando como camgirl. Me fez descobrir a diferença entre pornografia e camming, que é oferecer uma experiência única pra pessoa que está ali do outro lado câmera comigo. E é extremamente prazeroso saber que meu cliente não só saiu dali tendo um orgasmo, mas que tbm trocamos experiências, risadas, descontração, as vezes até confissões! E cada noite finalizo muito feliz por não ter sido apenas um corpo, mas alguém pra uma pessoa que também é um alguém único ali se conectando comigo. Estou amando explorar esse mundo novo e sou muito grata a NCP!

December, 15th, 2019

Spitqueen | @spitqueen 

Você é maravilhosa moça! Quando te procurei não imaginei que ia ser tão bom. De verdade! Agradeço muito seu apoio e suas palavras. Desde que te conheci não me sinto mais sozinha, e aprendi a me valorizar mais <3 Não tem palavras o quanto eu te admiro, de verdade!! A mensagem que você tem trazido tem aumentado muito o numero de meninas que se viram no seu projeto e  que graças a você hoje se sentem mais seguras em expor o "outro" lado. Você é uma rainha sem defeitos!

November, 12th, 2019 

LANA NCP | @Lana520K

Aplicando os conceitos da NCP na minha sala eu tenho descoberto novas maneiras de trabalhar com camming que vão além de uma simples exibição do meu corpo. Criando conexões mútuas que despertam um interesse mais profundo em saber quem esta do outro lado, assim criando um vínculo que fideliza o usuário na minha sala, além do meu bem estar proporcionado por estar em contato com alguém que me deixa a vontade em estar ali. NCP também me despertou uma auto critica que me induz a cuidar mais de mim, da minha saúde, imagem e comportamento para que o usuário perceba inicialmente que a modelo que da o melhor de si, pode oferecer o melhor para ele.

Articles 

Where have they been showing at?

April, 5th, 2020

BBC | Interview with @HOTTMERIDA: the Brazilian BOSS BABE of April

I am a 22-year-old Brazilian model, lively and independent, currently living with my 3 cats in Belo Horizonte. On the following lines l will tell you why I’m a Boss Babe and how camming has changed my life in a positive way (...)

 

April, 3th, 2020

PT: VEJA | Como coronavirus afeta os relacionacionamentos sexuais?

EN: VEJA | How coronavirus has been affecting sexual relationships?

Juliana Villegas, the face of the NCP project, is interviewed by VEJA to talk about how the COVID-19 pandemic has been affecting her earnings as a camgirl and what is the users looking for mostly: instant sexual satisfaction or affective connection? According to her experience on videochat, the feeling of loneliness has been increased a lot during the last few weeks (...)

March, 20th, 2020

PT: VEJA | Após coronavirus, busca por camgirls cresce no Brasil

EN: VEJA| Coronavirus pandemic increases the demand for camgirls in Brazil

One of the major Brazilian mainstream magazines, Veja, requested the NCP analyses regarding how the camming market might be affected by the COVID-19 Pandemic during the quarantine period. The models of the project, Juliana Villegas and Katherine, gave their contribution as well (...)

January, 1st, 2020
BBC | Juliana Villegas (@LANA520k) has been chosen to be the first BOSS BABE of the year 2020
My commitment to this work goes beyond my activity as a live cam model: I'm extremely active on Twitter (@Lana520k), I develop my own content for sale on Snapchat (sweetlanacp) and I also write erotic tales (recorded for podcast).