Search
  • newcammingperspective

Sobre a urgência de RESSIGNIFICAR os ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS da Indústria Adulta

Updated: Feb 18

"(...) Porém, minha questão era e é que pornografia muda a forma como você pensa sobre as pessoas. As pessoas se tornam objetos. Pessoas se tornam, sabe, partes de um corpo. Elas se tornam coisas para serem usadas, em vez de pessoas a serem amadas. Você começa a mudar a forma como vê as pessoas. Você começa a usar as pessoas. Você começa a sentir como 'você é o cara e que se dane".

https://www.facebook.com/alanbasiliorj/videos/1031673693556335


A sociedade comumente culpa a "pornografia", o "camming", pelos efeitos "nocivos" em suas vidas privadas. Mas parece que ninguém percebeu ainda que o principal responsável por isso tudo é o TOMADOR DE DECISÃO, o EMPRESÁRIO INVISÍVEL que INVESTE EM PUBLICIDADE OBJETIFICANDO E DESUMANIZANDO AS PESSOAS. São essas estratégias que encorajam (1) os homens a humilharem as mulheres e, na outra face da moeda, (2) que contratam capatazes para confundir as mulheres com a ideia de que sobrevivência financeira é equivalente a "empoderamento feminino".


Desta forma, a Indústria Adulta reprograma os afetos e a sexualidade dos homens e das mulheres. Essa manipulação cínica precisa ser exposta e criticada. Nosso objetivo com essa exposição e crítica é mobilizar os tomadores de decisão do setor para que esses anúncios sejam ressignificados. Afinal, não é aceitável que a desumanização do outro continue sendo comercializada desta forma abusiva e mentirosa, como se fosse consentida e desejada.


O verdadeiro adversário das mulheres, aquele que precisa ser neutralizado imediatamente, não é SOMENTE os homens-usuários mal educados, mas quem educa os homens e permite que eles desrespeitem as mulheres. Ou seja, os anúncios publicitários do mercado, encomendados pelo tomador de decisão dos camsites.


Afinal, como que o homem-usuário vai saber que tipo de tratamento oferecer à camgirl ou à uma atriz se o anúncio que lhe educa está sendo escrito em primeira pessoa do singular e nele está sendo dito que a mulher o está esperando "sem calcinha" pronta para fazer O QUE ELE QUISER, SEM NEM AO MENOS PRECISAR CUMPRIMENTÁ-LA PARA ISSO?!


Qual pessoa mentalmente saudável é capaz de acreditar, realmente, que alguma mulher deseja ansiosamente ser (des)tratada dessa forma?!? É preciso impedir a circulação de anúncios publicitários encorajando os homens a desrespeitarem as mulheres!


Que tal nos aprofundarmos sobre a raiz do problema e responsabilizarmos os verdadeiros culpados pela nocividade da Indústria Adulta? Não faz muito sentido punir quem executa o trabalho sendo que não são essas as pessoas que ditam as regras dos sites e nem escrevem os textos dos anúncios publicitários do setor. Apenas executam o trabalho, pois como qualquer outra pessoa trabalhadora precisam sobreviver financeiramente. Não parece mais sensato educar quem controla tanto as regras desumanas dos cam sites quanto os anúncios publicitários? Afinal, a vida de muitas está sendo controlada por poucos, mas é julgada por todos.


Posto isso, instigamos as seguintes reflexões sobre o tema:

  • Problema: Você já se perguntou quem é o educador dos usuários da Indústria Adulta, considerando que ainda não existe nenhuma legislação civilizatória para regulamentar o setor?

  • Resposta: Os anúncios publicitários.

  • Solução: Ressignificar essa publicidade desumana e degradante! Urgentemente!


  • Problema: E quem efetivamente toma a decisão sobre o que será ou não publicado em nome da plataforma, porém assinado por bonecos (avatares) e capatazes que gravam vídeos dizendo que se sujeitar a condições (muitas vezes humilhantes) para sobreviver financeiramente é equivalente a "empoderadamento feminino"?

  • Resposta: O lawful evil invisível, o empresário anônimo que dita as regras mas não mostra a cara!

  • Solução: Neutralizar seu poder levando a questão às esferas públicas. Afinal, ele opera invisível e suas manipulações cínicas de conceitos só "convencem" quem depende dos rendimentos deste mercado para sobreviver financeiramente, tendo que se sujeitar não apenas à exploração econômica de seu trabalho, mas também à opressão de gênero e a toda sorte de violências simbólicas.


Isso mesmo, estamos falando daquele lawful evil invísivel que recebe 50% do valor criado pelo trabalho de cada modelo do site e que dorme tranquilo, anônimo, enquanto os homens e as mulheres têm seus afetos e sua sexualidade reprogramadas.






Aprofunde-se mais no tema:

Encorajamento da PERVERSÃO nos HOMENS pelo MARKETING da Indústria Adulta

https://www.newcammingperspective.com/post/encorajamento-da-pervers%C3%A3o-nos-homens-pelo-marketing-do-camming


Adoecimento das MODELOS pelo MARKETING do setor

https://www.newcammingperspective.com/post/entenda-a-manipula%C3%A7%C3%A3o-do-marketing-para-modelos


___________________________

SOBRE A AUTORA

Priscila Magossi é jornalista (Mackenzie-SP), Mestre e Doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP), pesquisadora acadêmica (ABCIBER). Magossi é autora do livro “Ritualidades e vida cotidiana na cultura digital: uma investigação sobre os processos de comunicação e ritualização no ciberespaço” (2020) e do capítulo "Comunicação e velocidade na civilização tecnológica atual In: A explosão do cibermundo: velocidade, comunicação e (trans) política na civilização tecnológica atual (2017). Organizador: Eugênio Trivinho.

Magossi é fundadora/CEO do projeto New Camming Perspective (NCP): (1) um mapeamento das operações sigilosas do setor de Live Cams, (2) um novo modelo de negócios para empresas, e (3) um programa de treinamento para modelos. A finalidade da proposta é a contenção de danos e a humanização deste mercado. A expectativa é que práticas dignas tornem-se ritualidades cotidianas no setor.


________________________________

SOBRE OS ARTIGOS DA NCP

As publicações da NCP não são direcionadas a pessoas físicas e/ou jurídicas em particular. Tampouco nos posicionamos como adversárias da Indústria de webcams. Nossa intenção é estimular o pensamento crítico entre as profissionais e os tomadores de decisão do setor, tendo em vista que muito do que é desumano não é necessariamente ilegal (por enquanto).


______________________

SOBRE O PROJETO NEW CAMMING PERSPECTIVE (NCP)

O projeto New Camming Perspective (NCP) é responsável pelo trabalho pioneiro de desvincular o Camming da ação sexual instantânea (pornografia) para, em seu lugar, associar a atividade profissional ao afeto, à conectividade e à interatividade entre pessoas. Por enquanto, a Indústria Adulta configura-se como um "Faroeste Digital", uma espécie de terra-sem-lei no qual o plágio é consentido abertamente.

255 views0 comments